domingo, 6 de novembro de 2011

''E ontem, eu desisti. Desisti de tudo que eu mais queria, daquilo que eu mais desejava. O coração palpitava de vontade, mas eu resisti e desisti. E desistirei sempre que for necessário, sempre que eu estiver perto do fundo do poço. Depois do não, do fim, do adeus mal dado, desejei que Deus me desse forças e fé, muita fé para continuar. Depois de pedir muito para Deus alguém, agora eu peço ao contrário. Porque não vale à pena, não compensa. Porque tem pessoas que não valem à pena."
Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário